Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

netviagens sapo

Férias, Cidades e Hotéis - Netviagens. O melhor, pior e as recomendações sobre turismo e viagens. Companhias Aéreas, Alojamentos e destinos

netviagens sapo

Royal Caribbean criticada por navegar outra vez em tempestade

Pela segunda vez este ano, a Royal Caribbean está a enfrentar criticas por não se desviar das tempestades de um furacão.

O navio Anthem of the Seas foi fustigado por fortes ventos provocados pelo furacão Hermine com ventos superiores a 160km por hora, enquanto se dirigia para as Bermudas a partir de Nova Jersey.

A linha de cruzeiros já tnha sido criticada em Fevereiro por uma falta de planeamento de contingência quando o mesmo navio foi atingido por ventos ainda mais fortes ao largo da costa da Carolina do Norte. Esse incidente causou alguns danos à embarcação e feriu quatro passageiros.

Nessa altura, a Royal Caribbean foi acusada de colocar o dinheiro e os lucros à frente da segurança.

"Isto é imperdoável. As condições são realmente más e não melhoraram ao longo do dia", disse o passageiro David Hughes à estação de TV WNCN na segunda-feira.

"Pelo menos a metade ou mais dos passageiros e tripulantes estão doentes e cada vez pior", acrescentou.

De acordo com um tweet do meteorologista Ryan Maue o navio estava posicionado no pior quadrante do furacão Hermine."

Outro passageiro, Robert McHugh, disse "havia pratos em todos os lugares. Nós nunca devíamos ter navegado ontem, isso é simplesmente ridículo".

Numa declaração à WNCN, a Royal Caribbean disse: "O Anthem of the Seas chegou às Bermudas esta manhã, onde vai permanecer durante a noite de acordo com o seu itinerário programado. Na navegação de ontem o comandante informou os passageiros dos fortes ventos que duraram por um período de 2 a 3 horas. Vamos continuar a partilhar as informações sobre o tempo com os nossos clientes ao longo da sua viagem".

Continuar a ler

Navio Adonia inaugura cruzeiros entre Cuba e EUA

Encontrados 300.000 USD de cocaína no cruzeiro Jewel of the Seas